MENU

Sabe mesmo como funciona o plafond do cartão de crédito?

São poucos os portugueses que não têm pelo menos um cartão de crédito de alguma entidade bancária ou financeira na sua carteira.

Por norma, os mesmos são utilizados para a realização de diversos tipos de compras que de outra maneira não poderiam ser feitas (como por exemplo a compra a prestações de um computador ou frigorifico).

No entanto, nem todos sabem como escolher um cartão e como é que funciona o plafond do cartão de crédito.

Hoje iremos explicar-lhe tudo o que necessita saber sobre este tema, para que saiba como proceder quando solicitar um novo cartão ou no caso de querer aumentar o plafond do seu.

Como escolher o melhor cartão de crédito para si

Quando escolhe um cartão de crédito, existem diversas questões que deve ter em conta, sendo as seguintes as que deve analisar com bastante cuidado:

·        Taxas de juro

·        Plafond do cartão de crédito

·        Modalidades de pagamento

·        Seguros

·        Benefícios associados ao mesmo

Cada cartão tem uma entidade emissora e é a mesma que define os pressupostos associados aos pontos que lhe indicamos anteriormente.

As taxas de juro são importantes, pois demonstram qual o valor total que irá pagar pelo dinheiro que lhe foi emprestado pelo banco ou entidade.

O Plafond do cartão de crédito indica qual o valor máximo que poderá gastar.

As modalidades de pagamento, podem ser por norma realizadas de duas formas distintas:

·        100% - É aplicada quando optar por fazer o pagamento total do valor da sua compra de uma única vez (é comum que se o fizer até 50 dias – dependendo do cartão que utiliza -  esteja isento do pagamento dos juros)

·        Parcial – Neste caso vai pagando o valor do crédito em prestações mensais (não ficando isento do pagamento dos juros).

Os seguros são também muito importantes pois permitem-lhe ter a certeza que se acontecer alguma coisa (como roubo ou extravio do cartão) não será responsabilizado na totalidade pelos gastos que foram realizados nesse período.

É importante que saiba, que cada cartão de crédito pode ter diferentes seguros, com diferentes coberturas.

Desta forma, deve sempre escolher aquele cujo seguro se adapta ás suas necessidades de compra. No entanto, os seguros por si só não devem ser o principal ponto a ter em consideração.

Por fim, as vantagens que um cartão de crédito tem (como por exemplo descontos em lojas, cashback, cash advance, isenção de anuidade…) são importantes para que o cartão não se torne uma despesa para si, mas sim uma forma de poupança.

Como funciona o plafond do cartão de crédito

Todos os cartões de crédito (independentemente do tipo de cartão) têm associado um plafond máximo que está autorizado a utilizar.

No entanto, é importante que tenha em mente que nem todos os cartões de crédito dos diferentes consumidores têm o mesmo plafond.

Então como é que um plafond do cartão de crédito é atribuído?

Contrariamente ao que acontece num crédito pessoal o valor associado a um cartão de crédito não é solicitado por si. O mesmo é definido pela entidade bancária, tendo em conta as seguintes características:

·        Rendimentos – Ou seja, o valor que recebe mensalmente de ordenado

·        Estabilidade do rendimento – Ou seja, vai ser tido em conta se é um trabalhador efetivo, se é estagiário, se se trata de um trabalho temporário

·        Despesas fixas – Ou seja, vão analisar se já tem algum crédito em vigor (crédito pessoal, crédito habitação, crédito automóvel…) e se tem condições para pagar mais um crédito. No caso de não haver condições o banco não lhe atribui um cartão de crédito

·        Comportamento – Vão analisar todo o seu histórico bancário para ver como se comportou relativamente a outros créditos que já tenha tido em vigor (e vão verificar se tem ou não o seu nome na lista negra do Banco de Portugal).

Depois de todos estes dados serem analisados, o banco irá decidir qual o montante máximo que lhe podem ceder como plafond. Mas, por norma, o valor do plafond do cartão de crédito é similar ao do seu ordenado mensal.

Se for um cliente já antigo do banco e se tiver outros serviços, também poderá ser beneficiado.

É importante que saiba, que é possível solicitar o aumento do plafond do cartão de crédito (sendo que por vezes a própria entidade pode aumentar o mesmo após algum tempo de utilização).

No entanto, se pretender solicitar um aumento do plafond, deve ter em conta o seguinte para que o banco aprove esse aumento:

·        Cumprimento das datas de pagamento – Se todos os pagamentos tiverem sido realizados atempadamente (não tendo havido qualquer atraso num dos pagamentos) o banco poderá aprovar facilmente o aumento do plafond

·        Utilização do cartão – Quanto mais utilizar o seu cartão, mais juros irá pagar ao banco (logo o lucro deles é maior). Assim sendo, é provável que lhe aprovem o aumento do plafond para que eles próprios ganhem mais com a sua utilização

·        Antiguidade – A antiguidade é sempre algo que os bancos têm em consideração. Assim sendo, quanto mais tempo for cliente (e não tendo qualquer incidente) maior a probabilidade de ver o seu plafond ser aumentado.

Agora que já sabe como adquirir um cartão de crédito, e como é que o plafond do cartão de crédito funciona, verifique se existe a possibilidade de solicitar ao banco um aumento do mesmo, em vez de estar a adquirir um novo cartão para ter um maior plafond disponível.

Se tiver alguma dúvida ou questão relativamente a este tema, não hesite em contactar-nos, pois estamos à sua inteira disponibilidade para qualquer esclarecimento que necessite.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.