MENU

Como conseguir a aprovação de um crédito habitação

O mercado imobiliário está numa fase em que o valor das casas aumentou consideravelmente, e os bancos estão novamente a analisar a situação, de modo a que conseguir a aprovação de um crédito habitação não é propriamente a tarefa mais simples.

Contudo, não é obviamente impossível conseguir “cair nas boas graças” dos bancos e ver o seu crédito aprovado.

Hoje iremos dar-lhe algumas dicas que pode ter em conta se quer efetivamente ter uma maior possibilidade de conseguir aprovar o seu crédito. Conheça-as de seguida.

Aprovação de um crédito habitação – Como conseguir

Hoje em dia, para conseguir qualquer crédito é preciso cumprir alguns requisitos já que a sua vida financeira será sempre analisada ao mais ínfimo pormenor. Contudo, quando falamos de um crédito habitação, essa análise é ainda mais pormenorizada uma vez que os bancos analisam tudo e mais alguma coisa de forma a perceberem (e salvaguardarem-se) se você é ou não um bom potencial para que o mesmo seja concedido.

Desta forma, de seguida apresentamos-lhe 6 dicas para conseguir ter o seu crédito aprovado.

1 – Tenha um bom historial de crédito

Os bancos gostam de receber de volta todo o dinheiro que emprestam, por isso ter um bom historial de crédito é imprescindível para conseguir que lhe aprovem o crédito.

Desta forma, se já tiver falhado alguns pagamentos ao banco, o mesmo pode ter algumas dúvidas quanto ao fato de pagar este crédito habitação de forma correta.

É também importante considerar que não ter de todo nenhum historial de crédito é também uma desvantagem já que o banco não irá conseguir perceber se é ou não um bom pagador.

Além disso, tenha também atenção à sua taxa de esforço que não deve ser superior a 40%. Ela é indicativa da sua capacidade em contrair (e cumprir) novos créditos. O banco vai estar atento de certeza, sendo mais fácil ver o crédito à habitação aprovado se não tiver nenhuma taxa de esforço ou se a mesma for reduzida.

2 – Não tenha a conta bancária a vermelho

Sabemos que nem sempre é simples manter a sua conta bancária no verde, contudo se tem a conta a negativo quase todos os meses (e não está a pagar nenhum crédito ou prestação mensal) isso para o banco pode ser um péssimo indicador.

Ter a conta quase sempre a negativo é um sinal de ser um cliente inconstante e que logo à partida gasta mais do que aquilo que ganha, não sendo por isso um bom indicador para a aprovação do crédito habitação.

3 – É importante ter um emprego estável

O mercado de trabalho não é propriamente simples, e para os bancos o fato de ter um trabalho estável é sinal de que poderá ser um bom candidato ao crédito habitação.

Ter uma situação profissional estável é meio caminho andado para os bancos conseguirem confiar em si de forma a cederem-lhe um financiamento.

Lembre-se que os bancos procuram ao máximo diminuir o risco de cederem crédito a alguém que, de um dia para o outro, possa deixar de conseguir pagar as prestações devidas.

Assim sendo, terá mais hipótese de conseguir crédito se tiver um contrato sem termo, trabalhar numa empresa financeiramente sólida e de grande dimensão ou possuir antiguidade na mesma.

4 – Dar uma entrada é também importante

Outra forma de facilitar a aprovação do crédito habitação é ter uma boa entrada para dar na casa que quer comprar. Esta entrada irá afetar o LTV (loan to value), que se trata de um rácio que indica por exemplo, 80% do seu empréstimo equivale a 80% do valor total do imóvel.

Neste caso o banco fica com uma margem de segurança, uma vez que em caso de incumprimento o banco fica com um imóvel mais valorizado em relação ao valor que lhe emprestou. Desta forma o banco minimiza eventuais perdas que possa vir a ter no caso de não cumprir com os pagamentos.

5 – Ter dois titulares é mais simples

Ter dois titulares no crédito habitação é sempre um fator benéfico para o banco, do que se for apenas um único titular a contrair o empréstimo.

Isto acontece, pois torna-se mais seguro para o banco, saber que no caso de um dos titulares perder o emprego, existe sempre um segundo titular que pode garantir o pagamento integrar da prestação.

6 – A idade é também importante

Contrariamente ao que possa pensar, para conseguir a aprovação de um crédito habitação, a idade conta. Em primeiro lugar, é natural que quem esteja com 20 e poucos anos receba um salário menor que não lhe permite fazer face aos pagamentos inerentes a um empréstimo.

Além disso, é uma fase em que há uma menor estabilidade profissional, uma vez que os jovens ainda estão nos primeiros empregos. Por fim, existe a questão de não haver historial de crédito.

Desta forma os bancos retraem-se na altura de conceder financiamento a clientes que não conhecem. Aqui pode ajudá-lo ter uma relação mais antiga com o banco, como, por exemplo, já ter conta no mesmo.

Estas são apenas 6 formas de conseguir aprovar mais facilmente um crédito habitação, no entanto, tenha em conta que nem sempre verá da parte do banco essa aprovação, por isso, não desanime no caso de isso acontecer.

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.